Dicas da Amélia

Minimalismo para a vida

Pouco antes de ficar sem assunto e deixar de escrever o blog tinha contado sobre a fase meio conturbada em que estava: “on que eu tô, on que eu vô”.  Legal, legal não foi passar esses longos meses sem caber dentro de mim mas, agora que me sinto de volta ao meu corpo, posso contabilizar o saldo positivo.

Ordem no banheiro

banheiro-minimalista

Confesso: sou a louca das novidades Beauté. Aquela que não pode ver uma revistinha de beleza passando nas mãos das amigas que já quer logo pedir uma máscara nova de tratamento capilar ou um esmalte na cor do momento. Além de escorrer muito dinheiro pelo ralo esse costume deixa meu banheiro uma bagunça sem fim. O melhor saldo positivo foi o de poder terminar os produtos que eu já tenho. Não imagina o prazer de jogar um vidro vazio no lixo e com isso poder colocar ordem na bancada e no armário do banheiro. A conta: Espaço Reduzido + Produtos Demais, sempre é igual a bagunça.

Closet com espaço

Desde que me entendo por gente meu ideal de vida feliz passava por essa imagem aí.

carrie-interior-04-1024

Um closet abarrotado e multi colorido (nem vou mencionar as grifes badaladas porque isso está muito longe da minha realidade). Nunca me incomodou a bagunça, não ligava em perder peças por meses no guarda roupa, pra falar a verdade ficava bem feliz de  encontra-las e achava graça.

Não sei porque mas hoje eu quero mesmo é ter menos e melhor.

64ca1b5afb0bc781773efc58ea8ddc56

Amo abrir a porta do armário e encontrar espaços vazios. Tirei todos os cabides sobressalentes para ter a certeza que não há nada faltando alí. Ainda estou longe de ter o guarda roupa que desejo para a vida, mas a energia já é outra.

Alimentos frescos

vegetais-frescos-ou-congelados-1

Manter uma rotina de alimentação caseira é o mais difícil pra mim. Perdi a conta de quantos quilos de comida joguei fora. De bolacha água e sal a maça. Acontecia assim, decidia comer certinho, me empolgava no mercado e duas semanas depois jogava quase tudo fora; daí desanimava.

Só consegui começar a me alimentar decentemente quando encarei algumas realidades de frente.

1- Não pense no almoço de amanhã.

Detesto comida esquentada e por mais que trazer almoço para o trabalho signifique uma economia considerável no fim do mês eu sempre jogava a comida que sobrava no lixo. “Vou cozinhar mais arroz para congelar e poder ter algo pronto…” Isso era sinônimo de desperdício.

2- Comprar sem ter noção do cardápio.

A grande dificuldade culinária pra mim é a de saber o que cozinhar dia após dia. O que sobra na minha criatividade para decoração e moda, falta para a vida doméstica. Demorei para me conformar com minha falta de dom pra isso, hoje faço piada.

Minha geladeira agora está bonitinha, só entre nela o que será feito ao longo da semana. É um exercício de paciência e perseverança mas vale a pena.

Não deixar para lavar a louça amanhã

economize-tempo-e-seja-mais-eficiente-ao-lavar-loucas

Lavar louça é o trabalho mais chato do universo. Detesto, mas fazer o que?! Acordar e olhar para um pia cheia de vasilhas sujas e  fedorenta é muito pior. Sempre que lia algo sobre organização da casa e da vida o ato de não deixar a louça para amanha sempre estava lá. Relutei o quanto pude mas hoje colho os frutos. Não gasto mais que 15 minutos e na manhã seguinte saio de casa com outro astral.

Isso é só um pouco das mudanças que consegui implementar e posso garantir que faz toda diferença. Cada minuto que sobra pra Amélia Have Fun é muito bem contabilizado e aproveitado.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s